quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

A comida no Brasil

O Português é a língua oficial do Brasil e falado por quase 100% da população. Dentro do Brasil, há vários dialetos desta língua bela e romântica e muito diferente do português falado em Portugal, que se torna bem feio ao lado da maneira que os brasileiros o pronunciam. Quanto a outras línguas, as escolas geralmente ensinam inglês e espanhol. Se você não consegue falar o português, tente usar seu espanhol, uma vez que é semelhante e muitos brasileiros conseguem entendê-lo.
O prato nacional do Brasil é feijoada, que é um guisado de feijão preto com carne de porco, carne bovina e outros ingredientes, incluindo tomate, cenoura e repolho. Este prato foi trazido para a América do Sul pelos portugueses. Arroz e feijão é um alimento básico diário em qualquer família brasileira.

A churrascaria é um restaurante que serve carne grelhada. Este estilo é chamado de rodízio e garçons ficam ao redor do restaurante servindo carne fatiada normalmente, oferecendo tudo o que você pode comer. Restaurantes muitas vezes servem pão de queijo, antes de trazer o bife. Outro prato, particularmente popular em Salvador e no norte do Brasil, é o Bobó de Camarão, que é feito de camarão fresco mergulhado em mandioca e purê de coco. Como um lanche, os brasileiros gostam de comer coxinha que são croquetes de frango e pão de queijo.

Caipirinha é o tradicional coquetel brasileiro, feito com cachaça, licor de cana-de-açúcar, açúcar e limão. É servido em bares, restaurantes e em lares brasileiros. Outras bebidas populares são guaraná, que é uma soda rica em cafeína, bem como suco de Açaí, que é grande no Brasil por causa da fruta tropical fresca. Para a sobremesa, os brasileiros adoram o brigadeiro, uma simples mas deliciosa trufa de chocolate brasileira, ou quindim, um popular creme de coco, tudo que é uma delícia e você precisa comer caso venha para cá, Veja Mais Detalhes no Rioscope.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Guia básico sobre coisas básicas do Brasil

Antes de chegar ao Brasil certifique-se de ter certeza o quão grande é o país, quanto tempo leva para viajar de destino para destino. Leva cerca de um mês para ver o estado do Rio de Janeiro sozinho e nem ver tudo ainda. Além disso, de norte a sul e de leste a oeste, os ambientes e climas mudam de forma bastante dramática. Esteja preparado para climas mais frios no sudoeste e um monte de umidade no norte.
Muito como o budismo é um aspecto significativo da cultura em países como Tailândia, Laos e Camboja, o cristianismo é uma grande parte da cultura no Brasil. De fato, mais de 80% da população do Brasil pertence à Igreja Católica Romana. Basta ter isso em mente quando você viajar para o Brasil, porque esta é a sua cultura e que deve ser respeitado apenas como respeitamos as religiões que são menos conhecedores sobre em outras partes do mundo.

As pessoas brasileiras são definitivamente as pessoas mais barulhentas que conheci, mas também são muito generosas e amorosas. Muitas vezes eu ouço as pessoas falando ao telefone e parece que eles estão tendo um argumento como se fosse uma briga, mas na maioria das vezes não é nada do tipo ... Somos apenas muito entusiasmado e ficamos animados facilmente! Mulheres mais velhas também tendem a fazer você comer e muito, é quase uma ofensa deixar seu prato vazio.
Só porque o Brasil parece exótico, não espere experimentar muitos sabores loucos ou alimentos picantes. Enquanto a comida é deliciosa, a maioria das refeições geralmente consistem de carne, feijão, arroz estilo brasileiro e às vezes salada. Os brasileiros gostam de churrasco de verdade e muitas vezes gastam tardes inteiras ficando ao redor da churrasqueira, temos a mania de comer carnes diferentes em ocasiões sociais.

Para ter uma verdadeira experiência culinária brasileira, ouvi dizer que os melhores lugares para ir estão no nordeste. Há também uma enorme influência japonesa no Brasil depois que uma grande massa de imigrantes escapou do Japão durante a Segunda Guerra Mundial, então se você ama a comida japonesa, o Brasil sabe como fazer e muito bem.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Atualizações do WhatsApp

Um dos aplicativos que revolucionou a internet e também a comunicação, é o WhatsApp, aplicativo que é especializado em comunicação via mensagens sem precisar de assinatura ou plano. Ele surgiu como um super ameaçador das operadoras de comunicação no Brasil, com razão, pois hoje é possível realizar ligações via WhatsApp sem nenhuma tarifa cobrada, usando apenas a internet wi-fi ou com o plano de dados você já pode se comunicar rapidamente com qualquer pessoa em qualquer canto do mundo.
As evoluções e atualizações do WhatsApp foram surgindo, engolindo cada vez mais as empresas de comunicação, hoje é possível enviar fotos, vídeos, arquivos, áudios, realizar ligações, gravar e novas funções que vão surgindo com as atualizações.
A nova do aplicativo é que agora é possível marcar usuários do chat da mesma maneira que já acontece no Facebook e no Twitter, basta colocar o @ e em seguido o nome do contato. O usuário receberá essa notificação como uma de Facebook ou outro aplicativo, mesmo que os grupos ou a conversa estejam silenciados.

Para algumas pessoas, isso pode simbolizar mais um incômodo, afinal, se o grupo está silenciado, é porque você não quer ser incomodado ou receber notificações daquilo a toda hora, uma quebra de privacidade para os usuários.
A novidade que já existe faz algum tempinho também, é que agora é possível responder determinada pergunta específica que está acontecendo dentro de um grupo, selecionando a mensagem e clicando na opção responder na web ou na flechinha quando for pelo smartphone.
Agora também os grupos do WhatsApp tem a possibilidade de colocar até 256 pessoas em um mesmo local, o que antes era apenas 100 pessoas por grupo.

Essas são algumas das desvantagens da nova atualização, afinal, se já está silenciado, é porque você não quer receber aquela marcação naquele momento ou hora, para saber mais acompanhe: http://www.statuswhatsapp.com.br/

domingo, 18 de setembro de 2016

Mulheres: o que levar em consideração ao fazer uma tatuagem

As tatuagens femininas são algo muito comum, para algumas utilizadas para expressar sua identidade, valores, sentimentos, para outras, eternizar sentimentos, crenças ou somente como um acessório de beleza. Independente do significado que a tatuagem tem para a mulher é preciso ter muita cautela na hora de escolha, já que uma vez feita dificilmente poderá ser retirada.
Se você tem dúvidas de qual é a tatuagem que quer fazer conheça alguns critérios que podem te ajudar a escolher o melhor tipo de desenho para a sua pele e gosto, reduzindo ao mínimo as chances de arrependimento.

Formas
As tatuagens femininas podem ser escolhidas com base em diferentes formas, algumas delicadas, outras com mais uso do preto ou então com traços mais finos. Você tem que ter em mente se o desenho que escolheu combina com traços mais finos ou grossos e isso também vai determinar o melhor local do corpo para que a imagem seja tatuada.

Local do corpo
Para imagens mais pesadas, com muito uso de cor ou então cmuito  grandes devem sere feitas preferencialmente em áreas maiores como as costas, coxa ou batata das pernas. Locais comos ombros, braços, pulsos, mãos, pés, costela combinam com imagens menores ou com mais movimento. Os traços nessa ocasião podem ser mais delicados para não sobrecarregar a área de informação.



O Estilo da tatuagem
Hoje existe muitos tipos de tatuagem (old school, high school, geométrica, aquarela) todas elas tem suas especificidades e que devem ser conhecidas a fundo. Afinal, um dragão old school terá uma proposta completamente diferente de um desenho geométrico ou aquarela. Geralmente o modelo da tatuagem é escolhido com base no estilo que mais combina com a pessoa que irá fazer a tatuagem, se você tem dificuldade de se identificar em um único estilo analise  a sua personalidade e confira se o que você vive tem a ver com os preceitos da categoria.


Colorida ou em tons de cinza

As tatuagens coloridas ficam maravilhosas em peles mais claras, o tatuador não precisa usar muita tinta e tem menos chances de que o desenho desbote. Essa decisão deve ser tomada na hora de fazer a tatuagem. Se você quer ter mesmo certeza de que a sua tatuagem vai ficar do jeitinho que imaginou peça para um amigo que desenha muito bem fazer uma prévia no local com canetinhas permanentes. Lógico que não vai ficar tudo aquilo, mas servirá para palpar os resultados finais.

Quer saber mais? Então confira as  dicas sobre tatuagem no Portal para Mulher

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Vale a pena comprar uma TV que não seja Smart?

O mercado de televisão acompanha os avanços tecnológicos e hoje apresentam inúmeras ferramentas e funções, completamente diferente dos modelos tradicionais e básicos que a maioria ainda tem em suas casas. Para quem pretende trocar ou comprar uma nova televisão fica a dúvida: será que vale a pena comprar uma televisão que não seja Smart hoje?

Com um mundo tão conectado e a dependência e possibilidades cada vez maiores da internet a resposta é: não. Na verdade, tudo vai depender do bolso do comprador. Se ele tem a possibilidade de realizar essa compra, é muito mais assegurado realizar esse investimento. Afinal, a tecnologia tem crescido em passos largos e conta com cada vez mais possibilidades para dispositivos com conexão a internet. Mesmo assim, hoje em 2016 as diferenças ainda não são muito sentidas e a compra de uma televisão sem essa tecnologia ainda é aceitável, embora não preferível.


Quando você compra uma televisão sem tecnologia Smart está deixando de lado os aplicativos, jogos, conteúdos gratuitos, conferencias via streaming, em alguns casos televisão digital para trás.
No futuro você também perde a oportunidade de usar o seu televisor para participar de jogos interativos, realidades virtuais, ampliar detalhes de vídeos e filmes e de mecanismos que podem ser para nós ainda mais extraordinário.


A resolução e qualidade de áudio também é muito mais superior do que em outros casos. A historia da Smart TV só tende a crescer e gerar frutos para o Brasil, mas para que isso ainda se concretize é preciso um belo de um investimento inicial. Para os que garantem isso, vale a pena, não existem contras. Comprar TV 32 Polegadas, mesmo assim, continua sendo uma boa opção seja smart ou não. 

sábado, 23 de julho de 2016

É mentira que comer de 3 em 3 horas ajuda a emagrecer

Muitas das recomendações para aqueles que estão em busca de emagrecimento são a de comer   de três em três horas. No entanto especialistas descobriram que essa afirmação NÃO É VERDADEIRA.De acordo com pesquisas  realizadas pela Universidade de Masstricht, na Holanda ainda em 2012,  não se pode receitar esse hábito para todo mundo, pois os organismos tem necessidades diferentes.


Em outras palavras, tem gente que sentira necessidade de comer de três em três horas enquanto outros não conseguiram fazê-lo ou irão se sentir mal. Ainda de acordo com os estudos, a maioria das pessoas sente necessidade de comer ao menos quatro vezes ou mais no dia, mas mesmo assim  o melhor a fazer é respeitar o seu organismo. Pois quando se fala em emagrecimento o mais importante é o que se come do que quantas vezes.

Nutricionistas indicam que a tão recomendada alimentação a acada três horas é mais indicada para pessoas que sofrem de ansiedade e acabam descontando isso na comida, mas mesmo assim o mais importante é prestar atenção no que está se comendo em todos esses períodos. Caso estejam sendo consumidos frutas, legumes e cereais, sem problemas. Mas bolachas, pães, queijos e outros tipos de alimentos com muito carboidratos e gorduras devem ser evitados.

Acertar os horários das refeições não é fácil, mas é tarefa individual de cada um. O ideal é não deixar a fome chegar para comer, pois assim sentirá vontade de comer mais e poderá cometer exageros. Por tanto, é sempre bom fazer experimentos com o seu organismo e , quando acertar, manter uma rotina controlada, fazer com que a preocupação da alimentação esteja presente todos os dias.


Se sua meta é a perda de peso, não se esqueça de conhecer outras dicas que ajudam a emagrecer e planejar a sua agenda! 

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Obesidade pode causar danos às futuras gerações

De acordo com  levantamentos do Ministério da Saúde o índice de obesidade no Brasil vem aumentando significativamente. De 2006 para 2012 o percentual elevou-se em 54%. Em 2013 a doença atingia 17,1% da população do país. Se apenas as proporções da obesidade já eram assustadora agora tornaram-se ainda mais crítica, pois estudiosos do Instituo Victor Chang de Sydney descobriram que a má alimentação atual pode trazer más consequências para as próximas gerações.

A equipe de cientistas fez um estudo com camundongos e perceberam que , a longo prazo, os ratos obesos tinham filhos com maiores riscos a desenvolver diabetes e problemas no coração ou fígado, ao contrário daqueles que possuíam uma alimentação saudável. 

Outra descoberta da pesquisa foi que apenas quando os camundongos machos eram obesos e as fêmeas não os filhos, mesmo assim, continham as propensões à doenças.

Essa nova percepção faz com que as mães não sejam as únicas culpadas por estabelecer um laço genético negativo com os filhos, devido a ideia de seus nutrientes passarem através do sangue para a criança desde a gravidez. 

Agora sabe-se que tanto o homem como a mulher tem a responsabilidade de transformar os hábitos alimentares, caso queiram garantir maior tempo de vida às futuras gerações.


O estudo comprova de uma vez por todas que o alto consumo de gorduras e açúcares pode causar problemas metabólicos além dos próprios organismos, mas também nas próximas gerações. O que pode livrar dessas conseqüências é que todas as propensões às doenças podem ser prevenidas com a prática de exercícios e alimentação saudável.