segunda-feira, 13 de maio de 2013

As novas tecnologias na construção civil


O desenvolvimento constante das novas tecnologias em todos os setores vem para nos ajudar e muitas vezes facilitar os processos humanos. Muitas coisas que eram feitas por pessoas antigamente, hoje são tarefas facilmente realizadas por máquinas. A vantagem disso é que você pode usar as pessoas para tarefas mais complicadas, em que se é preciso pensar. As tarefas totalmente mecânicas devem ser realizadas pelos robôs. Na construção civil isso se torna uma vantagem ainda maior pelos trabalhos muitas vezes precisarem apenas de uma força. Ou seja, grande parte pode ser realizada pelas máquinas.

Outra grande vantagem da chegada das novas tecnologias é a redução nos custos de uma obra para a empresa. O único custo será de compra e de manutenção de tempos em tempos, mas as máquinas não precisarão de um salário mensal, como os trabalhadores precisam. Além disso, muitas vezes ainda ajudam a preservar a natureza e geram mais conforto para todos que trabalham ali.


Por exemplo: as esquadrias de madeiras são substituídas por ferro ou alumínio, o que age diretamente na redução de desmatamento de árvores como matéria prima. Ultimamente as esquadrias estão até sendo feitas de PVC, promovendo alto índice de isolamento acústico e preservando e conservando os materiais contra a maresia, em caso de construções próximas ao mar.

Os tijolos cerâmicos que eram queimados antigamente para serem utilizados, hoje são facilmente substituídos por tijolos de solocimento sem cocção, ou seja, além de ecologicamente corretos, também podem diminuir o tempo da obra e até dispensam revestimentos executados com cimento. Outro material que se encaixa nesse exemplo são as estruturas de concreto, que podem ser substituídas por estruturas de aço pré-fabricadas. Elas também diminuem o tempo de obra e seus custos finais.

A argamassa polimérica também veio ao mercado para substituir o cimento. As vantagens do novo material é que ele já é pastoso, não precisando que seja misturado com água, areia ou argila e também pode ser usado em quantidades menores, permitindo juntas mais finas.

Invista nas novas tecnologias da construção civil para poder oferecer uma obra mais focada na preservação ao meio ambiente, mais prática e mais barata para o seu bolso. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário